30
Out 18

Tratar-nos bem!

Ando numa correria o tempo todo, é o trabalho, é o apanha aqui e ali da pikas, é a ajuda ao pai, é as compras de supermercado, é as consultas aqui e ali, é o caraças! De repente, tudo começa a estalar cá dentro, a ficar rígido e dorido. É o movimento do braço ao volante, um estalido, é o virar a cabeça para ver se vêm carros, mais um estalido e não roda mais, é o manipular a caixa de velocidades, estalido no pulso… impressionante, quase posso iniciar um rap à maneira J!

E, nisto, vejo-me forçada a imaginar que consigo parar o tempo por um bocadinho, um bocadinho o suficiente para me recompor, auscultar o corpinho… e o corpinho diz-me que lá virá nova cervicalgia, não tenha eu mais cuidados!!! Lembro-me logo do tratamento chato e “dormente” de tal condição e não quero voltar a ela. Na verdade, é o corpinho a obrigar-me a parar, a deitar e a dormir, quer queira quer não! E isso soa a tempo mal passado, só por ser uma obrigação. E juntamente à condição, lá vêm custos, e que custos!! Então, gastar por gastar, penso que será melhor começar a gastar num ginásio ou mesmo com um(a) personal trainer, ou, se estiver muito maçada do corpo, começar com um ciclo de massagens específicas, ou, se a coisa for mesmo aguda, ir a um osteopata. Dizem que é da PDI, mas a verdade é que vejo tantas jovens dos vintes a queixarem-se do mesmo… isso é mau… será a maior parte da culpa da falta de apanhar sol? Os cremes com proteção solar não ajudam muito a absorver os raios de sol. Se calhar, devíamos saber usá-los melhor… iniciar um tratamento com massagens ou de acordo com as indicações do osteopata e fazer-nos acompanhar de uns exercícios de fitness em local apropriado seria, com certeza, uma mais-valia.

O cuidado connosco é primordial!

publicado por Gabriela Lima às 19:07

31
Out 17

Todos sabem que as redes sociais são as ferramentas atuais que permitem que as pessoas se comuniquem entre si mesmo sobre coisas que não podiam ser menos importantes. Mas funciona, porque as pessoas usam isso a uma escala mais preocupante do que eu jamais esperaria (para mim!!). Usam as redes sociais por centenas de razões, mas acho que há uma mais comum, seja dentro de um ambiente pessoal ou empresarial. Eu acredito que esta seja a autopromoção. Autopromoção porque desejam ser notados pela sua beleza, pelos seus pensamentos, roupas, amigos, área de trabalho, lugar de trabalho, atividade de trabalho, seja lá o que for... Assim, as redes sociais ganharam tal relevância que as pessoas estão ligadas o tempo todo por qualquer motivo através de aplicações nos seus telemóveis, tablets, etc. E, em seguida, há pessoas como eu que também usam as ferramentas e as redes sociais da Internet: embora com o mesmo propósito, eu acabo por me desviar de alguma forma. Então, eu pergunto-me novamente, porque as uso eu? Eu não gasto muito tempo (na verdade, apenas pouco tempo) ligada. Não posto o tempo todo e só leio o que eu acho interessante. Quanto ao facebook, uso-o de forma pessoal. Eu acho que é uma ferramenta muito útil para ficar ligada à família e amigos com quem eu não estou tanto ou de todo. Quanto ao Twiter, não uso de todo... Ainda não entendi o conceito... acho (eu sei, como posso dizer isto?). Quanto ao Linkedin, gosto imenso, encontro muitos postes interessantes, mas estou pouco tempo ligada, porque se estiver mais tempo gasto tempos sem fim lá sem me dar conta. Então, eu não tendo a estar ligada o tempo todo... quando me dou conta, passou-se imenso tempo sem estar ligada. Dei início aos meus blogs e acabo por aceitar que não os uso tanto quanto eu achava que ia usar. O que está mal aqui? A maioria das pessoas diria: TU!! Não, eles não estão certos.

Mas adivinha: eles estão é certos! Porque a maioria das pessoas usa essas ferramentas como sendo parte das suas vidas, sou eu que estou errada aqui. A “estranha” aqui sou eu. Na verdade, não estou totalmente dentro nem totalmente fora. Estou dentro e fora. Ooora... isso significa que não estou a promover-me adequadamente, porque não estou a usar estas ferramentas de forma adequada ... se eu não estiver “online”, tendo a não existir! Apesar de não usar as redes sociais como razão da minha existência, percebo que as uso apenas um pouco!

Olha, estás a ficar para trás... Ooops!! Tenho de fazer qualquer coisa quanto a isto! 

publicado por Gabriela Lima às 08:38

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


arquivos
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

19 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO