15
Mai 14

IMG_20120523_204142.jpg

 

Um dia destes atravessava a ponte da Arrábida de autocarro, acho que na direção do Porto, e dou por mim a imaginar um salto bungee a partir dela… que arrepio que me deu. Depois disto, começo a relacionar que se não me corre melhor a vida, ou seja, subir na vida, é porque eu tenho um medo terrível de cair. Começo a ficar ourada ao olhar para baixo, a sensação de piso seguro trepida e a vertigem torna-se ela mesma vertiginosa. Estou nisto a pensar em tudo e nada e não me sai da cabeça que é esta a razão não do meu insucesso, mas da falta de mais sucesso. Depois vêm-me divagações sobre ser mais atrevida aqui e ali e volta tudo ao mesmo. Não me atrevo, porque a vertigem me impede de o fazer. Claro que a grande vertigem sou eu mesma, mas como anular a vertigem em mim e deixar-me subir mais uns degraus sem medo que o corrimão caia e me leve com ele? De repente sou açulada por uma série de imagens que me catapultam na vida em várias áreas e começo a sonhar ser isto e aquilo. Não vou lá chegar, agora não por causa das vertigens, mas por me ter vergado a elas lá atrás e ser agora algo inoportuno. Para alguns exageros sim, para outros talvez não, continuo. Começo a alargar a escala de resistências… não se trata só de vertigens, afinal há outros obstáculos que se prendem com esta forma de ser ou mesmo de querer ou não querer ser. A pergunta que se me ocorre é logo esta: mas eu estou como quero ou não? Então se eu quero isto e aquilo, se calhar também não vou poder ter isto e aquilo. Quero mais isto ou aquilo? Olha, eu talvez possa ter isto e aquilo, mas aqueloutro não! Como posso fazer para manter isto e alcançar aquilo? Bolas, tenho ou não condições? Posso criá-las ou não? Quero criá-las ou não? Quero dar-me ao trabalho ou não? Começar é lançar, continuar é dose, posso e quero fazê-lo? Aproxima-se a paragem em que vou sair. Está um dia fabuloso, sol e calor à farta até mais não. Sinto-me cheia de vigor e vontade de fazer. Posso começar agora? Já? Saio do autocarro, num pulo alcanço o chão do passeio. E agora?

publicado por Gabriela Lima às 09:45

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
29
31


arquivos
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

19 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO