28
Mai 14

 

P1020230.JPG

 

 

 

A tendência é algo que tendemos a ter. É inevitável. Todos seguimos mais este ou aquele pendor. Depois há quem seja mais ou menos constante num dos pendores. Sou de signo balança e parece que não deixo ficar mal o meu signo no que toca a balançar. Também é certo que a força do balanço permite dar pulos maiores ou menores. A minha balança também encontra fases de equilíbrio, mas nunca permanece parada, porque os ventos arremessam de todos os lados, e a balancinha começa a balançar... e inicia a dança pendular a perscrutar a tendência. Se se souber ouvir bem a tendência, podemos senti-la melhor e definir se se trata de uma tendência melhor ou pior. Se a sensação nos faz sentir melhor, será também de considerar mais de perto essa tendência e deixar-nos balançar para o curso dela. Se a impressão é menos boa, tentamos contrariá-la, movendo o campo de força para que nos balance para o curso oposto. Não sei se isto é mesmo assim, mas a perspetiva ajuda a situar-me e a mover-me, adaptar-me... e agarrar com a mão essa nova ou renovada tendência...

publicado por Gabriela Lima às 16:06

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
29
31


arquivos
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

19 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO